sábado, 14 de agosto de 2010

Os estilistas mais famosos do mundo...

Conheça os estilistas maisfamosos do mundo,aqueles que são os mais sofisticados no mundo da moda,os mais glamurosos e os mais talentosos do mundo da moda.Todos você vai cohecer agora.


- Alta-costura: do francês “Haute Couture”, onde couture quer dizer trabalho com agulha ou costura. É o estilismo executado na mais alta qualidade, seguindo as regras da Câmara Sindical da Alta-Costura.
- Prêt-à-porter: nome francês do estilo “ready-to-wear”, em português; pronto para vestir. Isto quer dizer, são roupas que já são vendidas prontas, como estamos acostumados a comprar hoje em dia.
 - Maison: também importada do dicionário francês, quer dizer casa.
- Croqui: são os desenhos que os estilistas fazem das roupas e acessórios que serão desenvolvidos nas coleções.
- Trench coat: no sentido mais literal da coisa, o Trench Coat, também conhecido como Raincoat em alguns países, é um casaco para os dias de chuva e frio.



Quem: CHANEL
Fundadora: Gabrielle Bonheur Chanel (1883-1971)
Quando: 1910
Onde: Paris, França
Designer atual: Karl Lagerfeld
História: Gabrielle Chanel entrou no ramo da moda como chapeleira, mas foram as roupas que consagraram seu nome. Conhecida por seu estilo despojado e independente, libertou as mulheres das roupas apertadas com saias longas e popularizou os clássicos vestido pretinho e sapatos bicolores. Entre suas criações estão as calças de marinheiro, o vestido chemisier e a fragrância Chanel nº 5. Quando morreu, sua maison perdeu o rumo, mas recuperou-se com a mão firme de Karl Lagerfeld em 1983. Talentoso, Karl foi descoberto cedo, aos 17 anos. Em um concurso, seu modelo venceu e foi produzido por Pierre Balmain, que contratou o jovem como seu assistente. Trabalhou para Jean Patou, Fendi, Chloé e tem sua própria marca. Nos últimos anos, Karl se aventurou como ilustrador, fotógrafo e figurinista, e possui uma livraria e uma editora de livros. Recentemente, perdeu 47 kg em uma dieta, que descreve no livro The 3D Diet (sem título em português), que foi um sucesso de vendas. Hoje, comanda as linhas de alta costura e prêt-à-porter da Chanel, e mantém a marca como referencial de elegância e bom gosto para mulheres de todas as idades.




                                           Quem: BALENCIAGA

Fundador: Cristóbal Balenciaga (1895-1972)
Quando: 1919
Onde: San Sébastian, Espanha
Designer atual: Nicolas Ghesquière

História: Cristóbal Balenciaga nasceu em 1895 na região Basca espanhola. Descoberto aos 12 anos, desenhou um vestido para uma marquesa, e foi convidado para ser aprendiz de alfaiate em Madri. Aos 20 e poucos, já tinha sua casa de alta-costura. Aos 52, mesmo tendo clientela fiel em Madri, muda-se para Paris. Lá, apresentou sua primeira grande coleção, muito bem recebida. Atraiu celebridades e damas da sociedade, que corriam para o nº 10 da Avenida George V em busca do corte e acabamento perfeitos do estilista. Habilidoso, desenhava, cortava e costurava com perfeição as peças com o ar dramático que definiu seu estilo. Criou modelos de festa incríveis, abrigos de chuva impermeáveis e uma variedade infinita de vestidos, boleros, e outras peças. O auge veio nos anos 50 e no final da década lança sua versão do terninho feminino, com paletó curto e saia de cintura alta. Encerrou a carreira em 1968, após criar uniformes para a empresa aérea Air France e lançar uma última coleção. Aposenta-se e volta à Espanha, depois de mais de 30 anos de sucesso e inovação na moda. Uma cliente, a Condessa Mona Bismark, chegou a se trancar em casa por três dias de tanto desgosto ao saber da aposentadoria do arquiteto da moda. Balenciaga morre em 1972 e seu nome só reaparece em 1978, na aquisição da marca por um grupo financeiro. Em 1995, o estilista Nicolas Ghesquière chegou para cuidar dos acessórios da marca e seu talento o levou à direção da criação, dois anos depois. Em 2001, Ghesquière comprou a Balenciaga em parceria com o grupo Gucci, e a dirige com pulso firme, revivendo o prestígio e respeito que a casa teve em seus anos dourados.





                    Quem: DIOR


                    Fundador: Christian Dior (1905-1957)
Quando: 1947
Onde: Paris, França
Designer atual: John Galliano

História: Christian Dior nasce em 1905, em berço de ouro. Logo cedo, o francês se interessou por desenho, mas por influência do pai resolveu estudar Ciências Sociais. No meio do caminho, abriu uma galeria de arte com amigos e exibiu obras de artistas como Jean Cocteau e Dufy. A crise de 1929 afetou os negócios e Dior adoeceu. Para pagar as contas, publicou croquis na seção de alta-costura de um jornal e desenhou peças para maisons parisienses. Virou assistente de Robert Piguet, e logo depois, de Lucien Lelong. Em 1946, já famoso, abre seu ateliê na Avenida Montaigne, onde a casa Dior fica até hoje. Sua primeira coleção, de 1947, foi a maior sensação de Paris. Ao ver os modelitos, a editora de moda Carmel Snow se surpreendeu e exclamou: “It’s a new look!” (É um novo visual!) e assim batizou a silhueta que ditou a moda feminina da época. As coleções impecáveis de Dior viraram sinônimo de elegância e sofisticação com saias e vestidos que ficavam a exatos 40 centímetros do chão, seguindo a regra criada pelo estilista. Tinha clientes fiéis e famosas, como a princesa Grace Kelly de Mônaco e a atriz Marlene Dietrich. A casa cresceu, com perfumes, jóias, luvas, lenços e lingeries e com mais lojas pelo mundo. Dior falece em 1957, e sua marca fica aos cuidados de seu jovem assistente, Yves Saint Laurent, até 1962. Em seguida vieram Marc Bohan, Gianfranco Ferré até que em 1997, chega à direção o irrevente estilista John Galliano. Ele mescla a herança tradicional de Dior com inspirações orientais, indígenas, figurinos de óperas e tudo o que lhe chama a atenção. Em 2007 a Dior fez uma comemoração dupla, dos 60 anos da casa e 10 anos de Galliano à frente da marca. Com seu jeito audacioso, olhar apurado e muito glamour, ele conseguiu manter a marca Christian Dior como uma das mais respeitadas da alta-costura e a mantém atual para vestir a mulher do século XXI com a mesma sofisticação do tempo das vovós. Apesar de também manter uma linha masculina, as linhas femininas e os acessórios da Dior ainda são o carro-chefe da casa.





Quem: PRADA

Fundador: Mario e Martino Prada (Fratelli Prada)
Quando: 1913
Onde: Milão, Itália
Designer: Miuccia Prada

História: Uma das marcas mais conhecidas e copiadas, Prada existe há quase 100 anos. No início, a Fratelli Prada, vendia malotes e baús em couro para viagens. Mario Prada, um dos irmãos, não queria mulheres em seu negócio, mas após sua morte, o filho Luigi não quis a empresa, que ficou nas mãos de mulheres da família até ser herdado pela neta Miuccia Prada, em 1978. Miuccia não era da moda, tinha um passado bem diferente dos estilistas mais famosos. Estudou mímica, é Ph.D em Ciências Políticas, foi membro do Partido Comunista e militante feminista. Mas ao assumir o negócio, junto ao marido Patrizio Bertelli, transformou a Prada. Em 1985 fez uma linha de bolsas básicas e práticas em nylon preto que muitas celebridades usaram, o que alavancou a venda das bolsas. A primeira coleção de prêt-à-porter veio na temporada de outono/inverno de 1989. Foi aclamada pela mídia, graças às suas linhas simples e elegantes que em nada lembravam a sensualidade exagerada desfilada pelas outras marcas italianas. Em 1992, veio a Miu Miu, segunda linha da Prada que foi batizada com o apelido de Miuccia, para mulheres mais jovens e descoladas com preços mais acessíveis. Atualmente, Prada e Miu Miu participam da semana de moda de Milão e fazem parte de um império poderoso, que conta com marcas como Jil Sander e Helmut Lang em seu portfólio. A Prada tem lojas no mundo todo e todas foram encomendadas a arquitetos inovadores que criaram espaços incríveis que ajudaram a consagrar a marca como referência de estilo e bom gosto.



(texto da revista gloss)


                                                        CONTINUA...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário